dieta emagrecimento

MINHA EMPREITADA por Lilian

img_0364

Há pouco mais de um ano minha família e amigos fizemos uma viagem para Manaus (que foi maravilhosa!!! Uma hora dessas conto na seção Fazendo as Malas sobre os lugares incríveis que conhecemos e as aventuras que vivemos neste lugar maravilhoso, na floresta amazônica!).

Bom, íamos fazer muitas aventuras e eu precisava melhorar a forma (pois estava muuuuiiiito acima do peso)! Tinha passado por uma situação de saúde e me deixado engordar um bocado. Com aval do meu médico endocrinologista, comecei uma empreitada ”tecno-física” (kkk), ou seja, com os recursos do meu querido IPhone. Esse atencioso médico, Dr. Fábio Vieira, indicou o aplicativo Stepz para contar passos e um aplicativo para contar calorias (escolhi o FatSecret). Isso tudo era para ser um início, para não me sentir cobrada, para fazer do meu jeito, para não ter que dar explicações a ninguém e curtir a jornada.

Nessa ocasião ele disse uma frase que me lembrou da garra e determinação que sempre tive e que andava esquecida: “– Não espere reconhecimento, não espere elogio, faça do seu jeito e por você”.  Naquele momento não percebi, mas depois, após perder 10 quilos (e ninguém fora da família comentar nada!) percebi o quanto aquelas palavras eram sábias! E uso essas palavras em muitas situações e são absolutamente verdadeiras!!!

“– Só de sacanagem”¸ como falou muito oportunamente Adriana Calcanhoto no seu show (sobre continuar a ser honesta, não corromper ou ser corrompida) e continua sendo absolutamente válido, continuei minha empreitada para perder peso.

Primeiro (re)aprendi a andar 10.000 passos por dia (acredita que assim já deixamos de ser sedentários?), fui ver nosso amigo Aldo Schneider, cardiologista, fazer um check-up (nunca tinha feito um check-up de coração!), aprendi e entendi algumas coisas e continuei minha “saga” rumo a menos peso e mais saúde.

Com o tempo percebi outro ensinamento do Dr. Fábio: percebi a necessidade de aprender mais sobre atividade física. Daí (devidamente verificada e recomendada pelo Dr. Aldo) e ouvindo meu filho que havia começado a fazer ginástica funcional e insistia para que eu conhecesse, pois sabia que academia convencional nunca seria a minha praia, parti rumo a mais essa etapa inesperada: querer(!) fazer atividade física!

Neste Centro de Treinamento Físico tive a sorte de fazer aula com – hoje – nosso querido e competente personal, o prof. Bruno Kuhz, que nos ensinou a entender a atividade física e a importância da alimentação na melhoria da qualidade de vida. Também me ensinou a me desafiar, pois agora entendo que consigo muito mais do que imagino e que a idade – e o desgaste gerado por ela – está muito mais na minha cabeça do que em meu corpo!

Cá estamos nós, toda a família fazendo atividade física e se sentindo melhor! Aprendendo a lidar com os desafios do corpo (e da mente!), controlar nossos desejos alimentares e fazer substituições mais saudáveis (nem me reconheço no supermercado!).

Lá se vão 16kg. E ainda tenho mais alguns para mandar pra longe, mas como diria o Dr. Fábio: “– Meio quilo por vez, é assim que se ganha essa batalha!”. Devagar e sempre (e às vezes dando algumas rés)!

Hoje acredito que não há pessoa que não queira ser mais saudável, há pessoas que não encontraram profissionais realmente competentes que as auxiliem a entender seu processo de quebra de paradigma, rumo ao auto-redirecionamento!

Deixe um comentário

Preenchimento obrigatório *