filhos Família universidade

LETTING GO! SOLTANDO AS RÉDEAS! Por Vilma

IMG_1912

Era agosto de 2015 e estávamos no estacionamento da faculdade. Tinha chegado a hora de partir e deixar meu filho no dormitório, onde passaria a noite com seu companheiro de quarto, que ele nunca havia visto antes!

E muitos de vocês devem estar com esta mesma angústia. Sendo fevereiro, o mês em que os filhos no Brasil estão partindo para a Universidade. Uma nova etapa e um grande passo para a vida adulta.

IMG_1869

Foi muito tempo se preparando para este momento, o de ir para a Universidade e começar a estudar para uma futura carreira. Finalmente a hora de partir tinha chegado.

Depois de levá-lo e ajudar a organizar um pouco as coisas no dormitório da Universidade, caminhamos até o estacionamento falando somente o necessário, pois sabíamos o quão dolorosa seria esta partida!

Nós 3 nos abraçamos e choramos compulsivamente, pois não dava para adiar mais, era hora de ir, de pôr o “pé na estrada” para viajar as 5 horas que iriam nos separar de nosso filho de agora em diante.

Durante 16, 17 ou 18 anos, vivemos tentando ensiná-los, repetindo os pontos fundamentais para que eles tenham as ferramentas para fazerem as escolhas certas quando precisarem tomar as decisões sozinhos. Porque agora nós não estaremos mais lá, junto deles diariamente, nem seremos as pessoas mais importantes em suas vidas, para ajudá-los nas escolhas e decisões.

E é nessa hora que nós precisamos confiar na educação que demos e “soltar as rédeas”, caso contrário, nossos filhos nunca saberão tomar decisões por si próprios.

Nas 5 horas de viagens de volta para casa choramos muito e o mesmo aconteceu nos dias que se seguiram.

A casa estava bem vazia e silenciosa, já não havia mais jogos de futebol para assistir…

IMG_1885

O entra e sai dos amigos tinha acabado e ninguém viria para jantar, além de nós dois. Éramos só nos dois outra vez, da mesma maneira como tudo começou…

Na manhã seguinte nosso filho ligou e disse: “ – Está tudo bem, acredito que vou me dar super bem com meu companheiro de quarto”. E assim foi… ele estava começando uma nova vida, cheia de oportunidades e nós de pouco a pouco fomos nos acostumando. Sabe que passamos a gostar de curtir o sossego e a tranquilidade!

A lição que tiramos dessa experiência é que sempre ficará a saudade, mas aprendemos a lembrar da presença e não da ausência.

“Assim o deixamos”!
“Assim o deixamos”!
“Amadureceu”!
“Amadureceu”!

 

6 comentários em “LETTING GO! SOLTANDO AS RÉDEAS! Por Vilma

  1. Todo casal passa por isso, amiga…😓
    No início é difícil a “separação” … impressão q nossa vida acabou!…Bate a tal da “síndrome do ninho vazio”…😭
    No entanto, compreendo agora, que outra fase da vida iniciou…que é tempo de relaxar um pouco, desacelerar as correrias e viver mais intensamente o matrimônio,namorar novamente, passear, divertir-se!
    Eles amadurecem, se apaixonam, casam….assim como aconteceu conosco… Então a família aumenta…vem a netinha!😀
    Maravilhoso! Curtir, brincar, Amar!!!
    Cada fase da vida é de conhecimento, crescimento e oportunidade para ser feliz!😃

    1. Muito obrigado, Neusa, por deixar seu comentário tão encorajador para nós e nossos leitores, especialmente neste mês que muitas famílias estão passando por isso. E você tendo passado por isso sabe que outras fases maravilhosas estão por vir.
      Um abraço e agradecemos a sua participação. Volte sempre.

  2. Quando uma Familia se forma,a gente começa a compartilhar e dividir as Alegrias,Tristezas,Dores e os Problemas que surgem. Filhos que sao Eternos,mas na medida que crescem surgem outros caminhos ,Sonhos, dos quais muitas vezes nao sabemos trabalhar,isso nos causa inquietaçao por medo de perdermos os filhos,mas eles vao seguros de si por confiar em nos e por saber que tem o exemplo a seguirem e que aprenderam dos pais,assim vao contruindo a sua propria historia da qual nos fizemos parte..abraços..

    1. Loti,
      É com muita alegria que recebemos seu comentário, é muito bom ter leitores compartilhando seu ponto de vista, isso faz com que através do blog pessoas troquem experiências e saibam que muitos de nós compartilhamos a mesma opinião.
      Muito obrigado por seguir nosso blog.
      Um abraço

  3. Deixei minha filha p estudar na Argentina faz uma semana. Ela esta tendo problemas p se adaptar com as duas companheiras de apto. Ela nunca fez nada em casa. Reclama das companheiras elas companheiras reclamam dela. Como ajudar a resolver esses impasses de que nunca fez nenhum serviço em casa e agora precisa se virar?

    1. Você está vivendo um momento bem difícil como mãe, Rosangela.
      Acreditamos que neste momento você precisa manter-se calma, ouvir e aconselhar sua filha.
      Ela está precisando entender que como está dividindo a casa com as companheiras, todas tem obrigações com a manutenção da ordem e limpeza. Lembrando-a também da importância deste intercâmbio para o crescimento e aprendizado dela.
      Uma sugestão seria que elas sentassem e fizessem uma lista de quem faz o quê. Criando uma rotina de trabalho para eliminar as desavenças.
      Boa sorte e se mantenha firme!!!
      Um grande abraço

Deixe um comentário

Preenchimento obrigatório *